03 dezembro 2007

Calma, vai passar...



"Calma. Vai passar.

Olhe, não fique assim não, vai passar. Eu sei que dói. É horrível. Eu sei que parece que você não vai agüentar, mas agüenta. Sei que parece que vai explodir, mas não explode. Sei que dá vontade de abrir um zíper nas costas e sair do corpo porque dentro da gente, nesse momento, não é um bom lugar para se estar. (Fernando Pessoa escreveu, num momento parecido, "hoje não há mendigo que eu não inveje só por não ser eu")

Dor é assim mesmo, arde, depois passa. Que bom. Aliás, a vida é assim: arde, depois passa. Que pena. A gente acha que não vai agüentar, mas agüenta:as dores da vida.

Pense assim: agora tá insuportável, agora você queria abrir o zíper, sair do corpo, encarnar numa samambaia, virar um paralelepípedo ou qualquer coisa inanimada, anestesiada, silenciosa. Mas agora já passou. Agora já é dez segundos depois da frase passada. Sua dor já é dez segundos menor do que duas linhas atrás.
Você acha que não porque esperar a dor passar é como olhar um transatlântico no horizonte estando na praia. Ele parece parado, mas aí você desvia o olho, toma um picolé, lê uma revista, dá um pulo no mar e quando vai ver o barco já tá lá longe.

A sua dor agora, essa fogueira na sua barriga, essa sensação de que pegaram sua traquéia e seu estômago e torceram como uma toalha molhada,isso tudo - é difícil de acreditar, eu sei - vai virar só uma memória, um pequeno ponto negro diluído num imenso mar de memórias. Levante-se daí, vá tomar um picolé, ler uma revista, dar um pulo no mar.Quando você for ver, passou.

Agora não dá mesmo pra ser feliz. É impossível. Mas quem disse que a gente deve ser feliz sempre? Isso é bobagem. Como cantou Vinícius: "É melhor viver do que ser feliz". Porque pra viver de verdade a gente tem que quebrar a cara. Tem que tentar e não conseguir. Achar que vai dar e ver que não deu. Querer muito e não alcançar. Ter e perder. Tem que ter coragem de olhar no fundo dos olhos de alguém que a gente ama e dizer uma coisa terrível, mas que tem que ser dita. Tem que ter coragem de olhar no fundo dos olhos de alguém que a gente ama e ouvir uma coisa terrível, que tem que ser ouvida. A vida é incontornável. A gente perde, leva porrada, é passado pra trás, cai.Dói,ai,eu sei como dói. Mas passa.

Tá vendo a felicidade ali na frente? Não, você não tá vendo, porque tem uma montanha de dor na frente. Continue andando. Você vai subir, vai sentir frio lá em cima, cansaço. Vai querer desistir, mas não vai desistir, porque você é forte e porque depois do topo a montanha começa a diminuir e o unico jeito de deixá-la pra trás é continuar andando.
Você vai ser feliz.

Tá vendo essa dor que agora samba no seu peito de salto de agulha?
Você ainda vai olhá-la no fundo dos olhos e rir da cara dela. Juro que tô falando a verdade.
Eu não minto. Vai passar."





É... TENHO QUASE CERTEZA DE QUE VAI PASSAR...

28 novembro 2007



De repente uma porta se fecha, e parece que nada mais faz sentido, que o mundo perdeu as estribeiras, que a vida vai se esvair a qualquer momento...





... eis que outra porta se abre... uma frestinha... nem que seja para mostrar que sim, há uma saída, e que é só seguir em frente, com força de vontade e fé que tudo vai dar certo!!!



Amém!

04 novembro 2007





"Eu me entrego e compreendo, sigo e aceito a vontade do divino em minha vida, que se revela a mim a cada passo".
Tarô - Espelho da Alma (manual para o tarô de Aleister Crowley)

23 setembro 2007

Quando o fim não é fim e o começo é um recomeço...


E eu achando que iria acabar minha vida mais estressada, com 3 trabalhos diferentes ao mesmo tempo, e mais Unb, casa, filha...

Decidi (?) continuar na exposição do CCBB até dia 12/10. Ou seja, ainda correria, ainda falta de tempo, ainda muito cansaço... Eu queria mesmo era ficar fazendo as festinhas, me dedicar a isso, dar uma alavancada nos negócios, enfim! Ser, de fato, uma empreendedora, uma empresária.

Mas é assim mesmo, né? O dinheiro nunca vem assim tão fácil!!! Tem que ser conquistado, batalhado, suado... Pensar que a vida inteira vai ser assim me dá uma preguiiiiiiiiiça... Eu queria era ser uma "bon vivant"... Viajar muito, estudar o que der na telha, trabalhar quando sentir vontade...

Hhauhauhahuhuahuauh!!! Acho que isso todo mundo queria, né?????

Mas estou feliz. Acho que tenho conquistado meu espaço, inclusive dentro de casa. É foda como o dinheiro pode definir ou prejudicar as nossas relações...
QUANDO SERÁ QUE ELE VAI DEIXAR TODA ESSA IMPORTÂNCIA?!??!??!?

10 setembro 2007

Jorge Drexler



INOPORTUNA
Jorge Drexler

" Quien no lo sepa ya
lo aprenderá de prisa:
la vida no para,
no espera, no avisa.
Tantos planes, tantos planes
vueltos espuma
tu, por ejemplo,
tan a tiempo
y tan
inoportuna

Eran más bien los días
de arriar las velas.
Toda señal a mi alrededor
decía: cautela.
Cuánta estrategia incumplida
aquella noche sin luna
tu, por ejemplo,
tan bienvenida
y tan
inoportuna

¿Quien sabe cuándo,
cuándo es el momento de decir: ahora?
Si todo alrededor te está gritando:
¡Sin demora, sin demora!"

*** Foto que a Bermell tirou do show em BSB!!!

QUEM VIU, VIU, QUEM NÃO VIU... BLAAAAAAAAAAA!!!

08 setembro 2007

Crescimento





"Nem tudo que se enfrenta pode ser modificado, mas nada pode ser modificado até que seja enfrentado."



Albert Einstein






ENTÃO ENFRENTEMOS!!!!

27 agosto 2007

Tarda mas não falha

Nossa! Há quanto tempo!!!


Problemas de computador, de memória, de tudo!!!!


Vida anda uma loucura!!! E olha que a Unb nem começou ainda (pois é, tá em greve)


Mega cansada, mas feliz também!!! Acho que tudo está se encaminhando como deve ser!!! Pro melhor, pro sucesso!!!

04 julho 2007

20 junho 2007

Recomeço




"...estamos indo de volta pra casa!"

Cada dia pode sim ser um recomeço. Basta agir como e para tal!!!

Viva um dia de cada vez, como se não houvesse amanhã!

11 junho 2007

... (2)

Odeio final de semestre...









... e odeio mais ainda trabalho em grupo...








... ainda bem que acaba!!!

29 maio 2007

18 maio 2007

Fases II

Fases...
Fase de sorrir, de empolgar, de chorar, de ficar irritada, de ouvir Lilly Alen, de ser mãe, de preguiça, de tédio, de chocolate e muito açúcar, de pouco exercício, de pouco tempo, de muito cansaço, de muito amor, de vontade de gritar, de vontade de sumir, de vontade de aparecer, de medo de arriscar, de desespero, de certeza, de organização, de bagunça, de barriga pendurada, de sutiã com enchimento, de cortar o cabelo, de querer mudar, de não querer mudar, de mudar o visual, de comer pipoca, de tomar coca-cola, de impaciência, de falta de coragem, de sono.... muito sono...

14 maio 2007

Fases

Mulher de Fases

"Que mulher ruim
Jogou minhas "coisa" fora
Disse que em sua cama eu não deito mais não
A casa é minha, você que vá embora
Já pra saia de sua mãe e deixa meu colchão

Ela é "pró" na arte de pentelhar e aziar
É campeã do mundo
A raiva era tanta que eu nem reparei que a lua
diminuia
A doida tá me beijando a horas
Disse que se for sem eu não quer viver mais não
Me diz, Deus, o que é que eu faço agora?
Se me olhando desse jeito ela me tem na mão
Meu filho agüenta
Quem mandou você gostar
Dessa mulher de fases

Complicada e perfeitinha
Você me apareceu
Era tudo que eu queria
Estrela da sorte
Quando à noite ela surgia
Meu bem você cresceu
Meu namoro é na folinha
Mulher de fases

Põe fermento, põe as "bomba"
Qualquer coisa que aumente e a deixe bem maior que o
sol
Pouca gente sabe que na noite o frio é quente e arde e
eu acendi
Até sem luz dá pra te enxergar, o lençol
fazendo "congo-blue"
É pena, eu sei, amanhã já vai miar se aguente
Que lá vem chumbo quente

Complicada e perfeitinha
Você me apareceu
Era tudo que eu queria
Estrela da sorte
Quando à noite ela surgia
Meu bem você cresceu
Meu namoro é na folinha
Mulher de fases

Complicada e perfeitinha
Você me apareceu
Era tudo que eu queria
Estrela da sorte
Quando à noite ela surgia
Meu bem você cresceu
Meu namoro é na folinha"

(Raimundos)

Total mulher de fases... até com música sou assim, de fases...

Primeiro dia das mães com neném aqui do lado de fora!!!

FOI LINDO!!!

Ainda mais com ela falando mamãe pra todo lado!!!

03 maio 2007

Robert Rauschenberg II



Robert Rauschenberg: Riding Bikes

Around 1960, Robert Rauschenberg developed a new and positive viewpoint against the predominant abstract art, concentrating on the real world around us with all its banal, empty and kitschy facades: "For me, there's no difference between art and life".

"Combines": Art and Life

He made a successful breakthrough in the fifties with his assemblage sculptures and "combine paintings", works which combine painting with various everyday objects.
On the one hand, these works have an influence on the foundation of Pop Art, on the other hand, they form the starting point for the further artistic development in Rauschenberg's works, in that he then pursued painting and sculptures as independent fields.

Silk-screen Printing, Painting and Everyday Objects

In 1962, he discovered the process of silk-screen printing for himself. However, unlike Andy Warhol, he avoided stereotypical repetition and isolation of the motif in favor of conveying a message which is more complex in its content and which has the desired effect on the beholder's political and social conscience. From the mid-sixties onwards, he experimented with electronics.

Alongside his large projects, trips and collaborations, the artist Rauschenberg has remained present. His pictures and sculptures from the nineties show him to be an inventive and progressive leader of his "combines" concept, i.e. of his desire for a transformation of reality into art, with the least possible wastage.

(Texto retirado de
http://www.sammlung.daimlerchrysler.com/sculpt/potsdamerplatz/
skulpt_rauschenberg_e.htm )

Robert Rauschenberg


Boston Symphony, 1981 by Robert Rauschenberg


Redescobri o Rauschenberg, na aula de Ateliê, e foi sensacional!!! Ele tem tudo a ver com o trabalho que quero desenvolver agora...

O cara foi super vanguarda, desenvolveu várias técnicas, e, apesar do seu trabalho ser bastante gráfico, é muito simbólico!!!

Dêem uma olhada, vale a pena (tem um link no título)

25 abril 2007

Arte e Psicanálise


Ou apenas psicanálise... ou apenas arte...

Lendo muito sobre isso pra estudar pra minha prova de Psicologia da Educação... e tendo um milhão de idéias, de inspirações, de cuiriosidades...

Será que o cara que fez meu mapa astral tinha razão!??!?!?!?

23 abril 2007

EU

EU:

Eu acho: muito, sempre, a respeito de tudo.
Eu quero: resolver o que fazer da minha carreira profissional.
Eu tenho: um amor, dois amores... lindos demais!!!
Eu odeio: tanta coisa... gente falsa, gente corrupta e gente mal educada.
Eu sinto: tudo muito intensamente... tanto amor quanto ódio!!!
Eu escuto: muita música... ainda mais no meu som que toca mp3 e tem saída pro meu iPod!!!
Eu cheiro: a J'adore, Glamour (Boticário) e Armani (She). Amo o cheiro da filhota e do amor no fim do dia.
Eu imploro: por paz!
Eu procuro: um emprego... hahahhahahahhah
Eu me pergunto: onde isso vai parar!??!
Eu me arrependo: de todas as coisas impulsivas - que tiveram más consequencias - que fiz.
Eu amo: Rafa, Júlia, família, amigos, chocolate, sorvete e pipoca!!!
Eu sinto dor: de cabeça, mas não é sempre!!!
Eu sinto falta: dos meus gatinhos, que ficaram na chácara.
Eu me importo: com muita coisa!!! Comigo, com os outros, com o mundo...
Eu sempre: dou muito palpite...
Eu não fico: ah... eu acho que fico!!!
Eu acredito: em Deus! E no amor!
Eu danço: que nem doida quando posso!!! E com a Júlia na sala tb!!!
Eu canto: no carro, sempre!
Eu choro: sempre que a gente briga... ou que tem um bb na tv sendo maltratado ou dodói...
Eu falho: eu falho!??!!? (risos)
Eu luto: por aquilo que acredito e quero! Pelo menos estou aprendendo agora...
Eu escrevo: no meu blog!
Eu ganho: beijos e mais beijos!
Eu perco: a paciência...
Eu nunca: hummm... pulei de pára-quedas?!?!?
Eu me confundo: sempre, depois que tive bb!!!
Eu normalmente sou encontrado: em casa... no estúdio... na saborella!
Eu sou: chata!!!!
Eu fico feliz quando: estamos juntos!
Eu tenho esperança: de conseguir resolver o que fazer da vida... hahuauhuahuhauha
Eu espero: demais... devo passar pra ação!!!
Eu preciso: de dindin!!!
Eu deveria: correr atrás do que desejo!

(peguei do blog da Maria)

21 abril 2007

Parabéns!!!


Parabéns Brasília!!!!

Quadro de Tarciso Viriato! Foi o que eu mais gostei da leva que vi, e realmente tem tudo a ver com a nossa cidade!!!

Aprendi um monte sobre fotografar obras de arte, e foi MUITO legal!!! Adorei!!!

Aproveitem o feriado!!!

:-)

20 abril 2007

Sonho


Tive um sonho estranho essa noite...
No meu sonho era como se eu vivesse uma história e, no sonho mesmo, me desse conta de que era um sonho (!!!), e a partir desse sonho eu escrevia a história e transformava em livro... eu criei um pseudônimo e tudo... num lembro qual era...
Mas era uma história que tinha fantasia e realidade, e era pra adolescentes, leitura bem leve...

O mais incrível é que eu me lembro da história... será que devo escrevê-la?!?!?!?!?

Bem, mudando de assunto...
Esta é uma foto do Nicolau El-moor (www.elmoor.com.br), que está no site dele, e que eu achei demais!!!

01 abril 2007

Manoel de Barros

IV
No Tratado das Grandezas do Ínfimo estava
escrito:
Poesia é quando a tarde está competente para
Dálias.
É quando
Ao lado de um pardal o dia dorme antes.
Quando o homem faz sua primeira lagartixa
É quando um trevo assume a noite
E um sapo engole as auroras


Uma Didática da Invenção
do "O Livro das Ignorãnças" ed. Civilização Brasileira.

29 março 2007

C.: Tratado sobre a minha futilidade


"Eu adoro comprar roupa. E isso são duas coisas. Comprar e roupa. Adoro comprar, ter coisas novas, gastar dinheiro. E roupa é uma das coisas materiais que mais me atraem nessa vida. Sou extremamente exigente com corte, caimento, modelagem, acabamento, costura, etiqueta, etc. Acima de tudo sou doentemente apaixonada por tecidos. Sobretudo os que provém do algodão. Descobri isso recentemente. As lojas de tecidos, mesmo aquelas mais simplórias, são a parte do comércio que mais me atrai. Não que eu saiba costurar. Infelizmente não sei. E também não mando que costurem para mim. Muito raro. Eu gosto é do tecido em si. Também não entendo bem isso.
Coisa mais difícil que tem é encontrar camiseta/blusa/regata-branca-de-algodão-bem-cortada-e-de-qualidade. Quando eu achar, vou comprar uma dúzia delas e uns três jeans da diesel e não vou mais pensar em roupa por uns bons anos.

Nas roupas eu pago caro. Sei encontrar coisa boa e barata e quando isso acontece, eu compro também. Porém isso é coisa muito rara. A roupa de marca é cara porque tem um verdadeiro estudo de modelagem, design, qualidade e tecidos excelentes por trás dela. E tudo isso, infelizmente, custa. Demorei a compreender isso, mas hoje em dia pago caro porque entendo perfeitamente que vale. O problema é que sou pobre. Então no final das contas, compro roupa raramente.

Já sapato nunca foi a minha praia. Tenho os pés chatos e minha mãe não me estimulou a usar salto na adolescência. Até os 15 anos variei entre sapato-boneca preto e pares de havaianas variados. Uma coleção. A partir de um determinado momento comecei a ser muito perebenta nas pernas, daí aderi às botas de cano-alto. Adoro. Tenho vários pares e uso até mesmo no calor. Não gosto de salto-alto em geral, e tenho horror à plataforma. Gosto muito de sapatinhos vermelhos também. Estilo Mágico de Oz. Sempre que encontro, compro. Sou um tanto quanto smurffet, se é que vocês me entendem.

Brinco, pulseira, anel, essas coisas eu nunca usei. Não tenho furo na orelha. Mas adoro colares. Vivo comprando. Tudo muito escandaloso de preferência. Gosto daqueles de bolas de plástico bem grandes e de cores bem vivas. Mas é coisa raríssima me ver usando um. Ah, teve uma época que eu usava munhequeiras de couro também. Gostava muito. Hoje em dia eu sinto calor. Na verdade também tenho calor de usar colar.

O que eu tenho bastante é bolsa e óculos escuros. São duas coisas que realmente me divertem.

Cabelo eu não cuido. Lavo e não penteio. Deixo secar naturalmente. Pra mim ta quase sempre bom. Banho eu tomo demais. Escovo os dentes quando lembro. Me depilo uma vez por mês. Faço a unha dos pés. Só pinto com o Gabrielle da Colorama ou o Tomate da Risqué. As das mãos eu rôo diariamente. Tomo sol pelo menos uma vez por semana. Não gosto muito de passar hidratante porque fico grudenta. Gosto de perfume e uso pouco porque me dá dor de cabeça. Só passo batom se for vermelho, uma vez por ano e olhe lá. Sombra marrom-cor-de-olheira eu passo todo dia. Rímel também quase sempre. Sou ninguém sem blush. Tenho uma espinha a cada três meses e nem por isso a minha pele é boa. Ao contrario. Tenho mania de lavar as mãos. E o rosto. Faço pilates duas vezes por semana. Como chocolate todo dia. De preferência branco. Salada verde é praticamente o meu prato favorito. Adoro água com gás. Limão é a fruta que eu mais gosto. Não vivo sem o meu computador e o carro da minha mãe. Adoro o meu iPod e acima dele só o meu namorado. "

(se vc clicar em cima do título, vai pro blog da C.)

20 março 2007

Ó pra você...




Tem horas em que odeio isso... hauhauhauhauhauhau...

Também, quem disse que era fácil?!?!?!?!?

14 março 2007

Nem o Sol, nem a Lua, nem Eu


Nem O Sol, Nem A Lua, Nem Eu
Lenine


"Hoje eu encontrei a Lua
Antes dela me encontrar
Me lancei pelas estrelas
E brilhei no seu lugar
Derramei minha saudade
E a cidade se acendeu
Por descuido ou por maldade
Você não apareceu

Hoje eu acordei o dia
Antes dele te acordar
Fui a luz da estrela-guia
Pra poder te iluminar
Derramei minha saudade
E a cidade escureceu
Desabei na tempestade
Por um beijo seu

REFRÃO:

Nem a Lua, nem o Sol, nem Eu
Quem podia imaginar
Que o amor fosse um delirio seu
E o meu fosse acreditar


Hoje o Sol não quis o dia
Nem a noite o luar."

07 março 2007

Vamos sair dessa merda!!!




Aderindo à campanha Vamos Sair Dessa Merda 2007!!!


Para saber como participar, clique no título do post!!!!!



PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM!!!!

06 março 2007

Tout le monde


Tout Le Monde
Carla Bruni


"Tout le monde est une drôle de personne,
Et tout le monde a l'âme emmêlée,
Tout le monde a de l'enfance qui ronronne,
Au fond d'une poche oubliée,
Tout le monde a des restes de rêves,
Et des coins de vie dévastés,
Tout le monde a cherché quelque chose un jour,
Mais tout le monde ne l'a pas trouvé,
Mais tout le monde ne l'a pas trouvé.

Il faudrait que tout le monde réclame auprès des
autorités,
Une loi contre toute notre solitude,
Que personne ne soit oublié,
Et que personne ne soit oublié

Tout le monde a une seule vie qui passe,
Mais tout le monde ne s'en souvient pas,
J'en vois qui la plient et même qui la cassent,
Et j'en vois qui ne la voient même pas,
Et j'en vois qui ne la voient même pas.

Il faudrait que tout le monde réclame auprès des
autorités,
Une loi contre toute notre indifférence,
Que personne ne soit oublié,
Et que personne ne soit oublié.

Tout le monde est une drôle de personne,
Et tout le monde a une âme emmêlée,
Tout le monde a de l'enfance qui résonne,
Au fond d'une heure oubliée,
Au fond d'une heure oubliée"

(Se vc clicar no título do post terá uma supresinha!!!)

28 fevereiro 2007

Férias... tchauzinho!!!

Ai ai...

Final de férias, vida nova, estágio novo (?!?!?), matérias novas na Unb...

Será que é realmente só agora que o ano começa?!?!?!?

23 fevereiro 2007

Parabens amiga!!!!

Hoje é o niver de uma pessoa muito especial, e este post é em sua homenagem!!!

Beijocas amiga!!!

MARIA DE VERDADE
Marisa Monte


"Pousa-se toda Maria
no varal das 22 fadas nuas lourinhas
Fostes besouro Maria
e a aba do Pierrot descosturou na bainha

Farinhar bem, derramar a canção
Revirar trens, louco mover paixão
Nas direções, programado e emoldurado
Esperarei romântico

Sou a pessoa Maria
Na água quente e boa gente tua Maria
Voa quem voa Maria
e a alma sempre boa sempre vou à Maria

Farinhar bem, derramar a canção
Revirar trens, louco mover paixão
Nas direções, programado e emoldurado
Esperarei romântico

Tou vitimado no profundo poço
na poça do mundo
do céu amor vai chover
Tua pessoa Maria
Mesmo que doa Maria
Tua pessoa Maria

Farinhar bem, derramar a canção
Revirar trens, louco mover paixão
Nas direções, programado e emoldurado
Esperarei romântico

Tou vitimado no profundo poço
na poça do mundo
do céu amor vai chover
Tua pessoa Maria
Mesmo que doa Maria
Tua pessoa Maria"

19 fevereiro 2007

A Casa do Lago


Então!!!

Vi esse filme ontem e adorei!!!
Deu até uma baita discussão sobre o tempo, viagem temporal, paradoxo temporal, e etc, aqui em casa!!!

Mas é muito legal!!!

É romance, não tem jeito! Mas tem umas imagens lindas, tem a tal casa do título, e melhor, tem um final feliz (é, já digo logo!!!).

Não queria que não tivesse um final feliz!!!

Afinal, os filmes são pra iludir a gente, não é mesmo? Pra dar aquela sensação de que tudo vai dar certo e que tudo vai ficar bem!!!

E não se esqueça da pipoca...

;-)

A Casa do Lago

Então!!!

Vi esse filme ontem e adorei!!!
Deu até uma baita discussão sobre o tempo, viagem temporal, paradoxo temporal, e etc, aqui em casa!!!

Mas é muito legal!!!

É romance, não tem jeito! Mas tem umas imagens lindas, tem a tal casa do título, e melhor, tem um final feliz (é, já digo logo!!!).

Não queria que não tivesse um final feliz!!!

Afinal, os filmes são pra iludir a gente, não é mesmo? Pra dar aquela sensação de que tudo vai dar certo e que tudo vai ficar bem!!!

E não se esqueça da pipoca...

;-)

09 fevereiro 2007

...

Sem inspiração...

Mas o bom é que hoje fez um dia lindo, de sol e com vento fresquinho!!!

Se amanhã fizer também, acho que vamos pra piscina!!!

;-)

06 fevereiro 2007

Em busca da felicidade...




Em inglês a palavra é bem mais bonita, mas acho que dá pra traduzir por "busca" mesmo!!!

Filme lindo!!!! Vale muito a pena!!!

Faz a gente pensar... ou pelo menos me fez pensar!!!

Na busca do sonho, em batalhar por isso, em não desistir apesar de todas as dificuldades!!!

Acho que eu tava precisando disso...

Hehehehe

PS: Mary, PRONTO!!! Hauauuhauhah

28 janeiro 2007

Heroes




Quem ainda não viu, VEJA!!! Começa em Março no Universal Channel, mas tb dá pra baixar da internet...

Muito melhor do que qualquer seriado que exista, arrisco dizer que até melhor do que aqueles tradicionais, Friends e ER... (e olha que eu sou fã!)...

História de pessoas comuns que descobrem ter poderes de super heróis!!! Muito muito legal! Pra quem gosta de X-Men é um prato cheio! E o mais legal é que mostra como as pessoas lidam com o super poder! Mostra a questão mais "psicológica" sabe...

Viciante mesmo... Vimos os 1os 11 episódios em 2 dias... um atrás do outro... e agora baixamos o novíssimo 12º episódio!!!

HUAUAHUUAHUAUUAAUHUAUHUAHUAHUHU!!! (Risada macabra)

É, eu gosto de "novela" americana... meu vício nada secreto!!!

23 janeiro 2007

Flours (ou Flowers... hehehehe)




Cheio de bom humor e trocadilhos, e piadas inteligentes, Mais Estranho que a Ficção vale muito a pena!!!
O que eu mais gostei foi esse das farinhas... genial demais!!!!

VEJAM!!!

Bjim

Relacionamentos... aaafffffffffffff

O que será preciso pra que um relacionamento funcione a 100%!?!?!?!?

Isso não quer dizer sem brigas ou discussões... 100% pra mim é quando as duas pessoas estão felizes e bem, satisfeitas com a outra pessoa e com o relacionamento...

O problema é: o que precisamos para nos sentirmos assim!??!?!?

Amor? Sexo? Paixão? Confiança? Carinho? Respeito? Intimidade? Amizade? Diálogo? Sinceridade? Honestidade? Paciência? Jogo de cintura? Compreensão? Compaixão? Assertividade?

Tantas coisas, e ainda uma boa dose de amor próprio...

Não sei qual a fórmula mágica, sabe... Se alguém souber, inclusive, pode me mandar por email...

07 janeiro 2007

Sensações

Entro num espaço construído especialmente para abrigar uma obra de Anish Kapoor, no CCBB em Brasília, maravilhada com o tamanho, a disposição, pensando “nossa, construíram isso tudo para a exposição!” e qual não é a minha surpresa quando descubro que não só construíram só para a exposição como também para apenas uma das obras do artista. Claro, uma obra que exige certa estrutura, mas apenas uma obra. Fantástica, por sinal. Uma simulação de um tornado, furacão, pelo menos foi o que me pareceu. E ao colocar as mãos, sensação de nada, nem uma poeirinha, e o “furacão” se desfaz ou apenas muda de direção. Esta é “Ascension”, obra homônima à exposição.
Em todas as obras que experimento – sim, porque as suas obras são “experimentáveis” e, ao meu ver, foram feitas para isso mesmo – surgem sensações diversas: tontura, espaço infinito, espaço limitado, ilusões, ilusões, ilusões...
Ao experimentar obras como “Sem titulo”, 2005 (180.5 x 180.5 x 35.5 cm), onde um círculo que não se fecha e que se ergue como escultura, pintado de roxo e nuances de azul em seu interior, percebo que me vejo, pois a superfície pintada é extremamente brilhosa e polida, mas não apenas isso, sinto como se saísse do chão, como se o resto se fosse, e meu labirinto fica confuso, provocando a tonteira.
Já em “Íris”, 1998 (200 x 200 cm), a profundidade de 2 metros de aço inoxidável diminui e temos a nítida impressão de que o espaço é bem menor, talvez a metade do real. Além disso, vemo-nos totalmente invertidos: de cabeça para baixo e do lado oposto. Então quem será essa pessoa, assim ao contrario? Será eu mesma? Que parte de mim é assim? Essa íris, esse olho, não apenas nos olha, mas olha para dentro.
As ilusões continuam ao me deparar com “Double Mirror”, 1998 (2 partes, 200 x 200 cm cada). Uma colher gigante, onde posso me olhar, de diversos ângulos, tamanhos, formas, e também escutar o outro, que se posiciona no outro “espelho”. Um festival de física ótica e acústica, mas não só isso, sinto a mesma sensação de quando entro em “Sem titulo”, 2005: tontura, perda de chão. Meus olhos não sabem para onde olhar e ficam “perdidos” em meio a tanto reflexo, tantas formas inusitadas de mim mesma.
A última obra à qual gostaria de me referir chama-se “Sem titulo”, 2004 e consiste em um buraco na parede medindo 50 cm de diâmetro, iluminado de vermelho, onde podemos colocar a cabeça – e apenas a cabeça. Ao colocar a cabeça, sinto como se houvesse um espaço infinito, todo vermelho, onde eu pudesse ficar e relaxar. Em comum com as outras obras, sinto que o resto do meu corpo some e só me resta a cabeça, perdida na vermelhidão daquele espaço.
Como o próprio Kapoor fala a respeito da exposição: "Em meu trabalho, o que é e o que parece ser são aspectos que, em geral, são confundidos. Na "Ascension" ( a exposição), o meu interesse não se restringe à idéia de o imaterial tornar-se objeto, que é o que ocorre com "Ascension" (a obra homônima), onde a fumaça torna-se coluna. Interessa-me como, ao atravessar aquela passagem, surge a idéia de que Moisés seguiu uma coluna de fumaça, uma coluna de luz, em direção ao deserto".
Kapoor nasceu em 1954, em Bombaim, Índia, de mãe judia. Mudou-se para a Inglaterra no início dos anos 70 e estudou no Hornsey College of Art e Chelsea College of Art and Design, em Londres, onde vive e trabalha até hoje. “Ascension” é sua primeira exposição em um país latino-americano. Participou das mais importantes mostras internacionais como a Bienal de Veneza, a Bienal Internacional de São Paulo (1983 e 1996) e da Documenta de Kassel, na Alemanha. Em 2002, Kapoor ocupou o Turbine Hall da Tate Modern, em Londres, templo da arte contemporânea internacional, com sua gigantesca instalação Marsyas, de 250 metros de comprimento.
Como disse Agnalda Farias, arquiteto e crítico de arte: “Kapoor tem uma notável compreensão da luz como elemento definidor do espaço, revelador de sua ductilidade. O uso sistemático da penumbra ou de materiais cujo contato com a luz provoca uma aparente dissolução demonstra seu cálculo em tornar os limites indiscerníveis aos olhos.” Escultor ou arquiteto, Anish Kapoor tem a habilidade de deixar qualquer um com sentimentos de infância, quando se surpreender e acreditar no impossível era um ato contínuo e corriqueiro.

* Artigo escrito por mim mesma, para uma matéria da Unb.

03 janeiro 2007

Força

É realmente incrível como as coisas podem realmente mudar dependendo de como olhamos pra elas, né?

Como algo que, inicialmente é realmente preocupante (na verdade nem deixou de ser), pode se tornar a solução!!!!!
Como é bom aprender a ver o lado bom das coisas!!! Dá uma sensação de que realmente tudo vai dar certo, de que tudo vai ficar bem, sabe!

Sem contar que descobri uma força interior enorme e maravilhosa!!! Um independência que eu achava estar perdida desde que encontrei "a minha metade"... mas nem é por aí... ainda sou inteira, e tenho minha força inteira!!!

Amadurecer!!! Há males que vem pra que amadureçamos!!!

;-)